sábado, 27 de abril de 2013

BR116 - Duplicação da rodovia na Serra do Cafezal.

A rodovia que liga São Paulo a Curitiba, outrora designada por BR2 pelo  plano rodoviário nacional, denominada Rodovia Régis Bitancourt, em homenagem ao funcionário público federal já falecido, foi inaugurada em 1960 pelo presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Àquela época se divulgava que a inauguração da moderna rodovia seria a redenção da região até então isolada. Os antigos contam como era difícel chegar em Iguape, Cananéia, Eldorado e outras localidades...

Registro repentinamente se transformou na Capital do Vale graças a situação estratégica de ter a rodovia e situar-se a meio caminho entre as duas metrópoles.

O tempo passou.

O Vale do Ribeira deixou o isolamento e o movimento da rodovia foi aumentando, aumentando, aumentando ... a ponto de transformar a estrada num cemitério, com acidentes e tragédias frequentes.

Rodovia da morte é o título que recebeu em razão dos trágicos e frequentes acidentes.

Veio a duplicação, mas restou a Serra do Cafezal, com pista simples, entre os municipios de Miracatu, no Vale do Ribeira e Juquitiba, na região metropolitana da Capital.

Agora, privatizada, com autorização dos órgãos ambientais, a duplicação do perigoso trecho de serra será construída. Afirma a concessionária e as autoridades públicas competentes.

Tomara Deus que essa duplicação deixe de ser obra para o futuro e se concretize o quanto antes.

Roberto J. Pugliese
membro da Academia Eldoradense de Letras
membro da Academia Itanhaense de Letras
www.pugliesegomes.com.br

( fonte: blog O Vale do Ribeira )

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Picinguaba em obras !

Ubatuba investe no distrito de Picinguaba.

A vila de Picinguaba é o ponto mais ao norte do litoral paulista. É a sede do distrito do mesmo nome, pertencente ao município de Ubatuba, na qual há inúmeros caiçaras que vivem tradicionalmente da pesca e de alguns anos a esta data, de serviços relacionados ao turismo.

A vila tem algumas pousadas e casas de turistas que ali se deslocaram face a beleza ímpar do lugar, o sossego e a busca de paisagens novas.

É a sede norte do Parque Estadual da Serra do Mar, que acompanha toda a orla litorânea de São Paulo, desde a divisa com o Estado do Rio de Janeiro até no Ariri, na divisa com o Estado do Paraná.

A ligação terrestre entre a sede da vila e a rodovia Mário Covas Júnior, BR101, se faz através de estrada municipal que estava praticamente abandonada pela municipalidade.

Agora, a nova administração municipal, deslocou máquinas e está dando a manutenção emergencial para facilitar o acesso à vila.

O Administrador da Regional Norte da Prefeitura Municipal da Estancia Balneária de Ubatuba, Leonildo Rolin já informou que a estrada terá em breve obras necessárias de recapeamento melhorando sobremaneira o acesso.

O Expresso Vida parabeniza a iniciativa.

Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br
Membro da Academia Itanhaense de Letras
Membro da Academia Eldoradense de Letras
Advogado sócio de Pugliese e Gomes Advocacia
Autor de Terrenos de Marinha e seus Acrescidos

Acre: Imigrantes causam desespero !


O ACRE E AS LEVAS DE IMIGRANTES CHEGANTES.

O Secretário de Estado de Justiça do Acre, Nilson Mourão está aumentando ações emergenciais de atendimento à saúde e legalização de estrangeiros que estão entrando no país pela cidade de Basileia na sua grande maioria.
Há certo desespero por partes das autoridades locais, pois o Estado é pobre, carente e não dispõe se quer de recursos hábeis para a população local que supera um pouco aos quinhentos mil habitantes e repentinamente começou a receber haitianos, e imigrantes oriundos dos países andinos.

Dada as precárias condições para receber tantos milhares de pessoas sem recursos, as autoridades locais estão pensando em pedir auxilio a Força Nacional para que de apoio logístico as fronteiras do Peru e da Bolívia, colaborando com a Policia Federal.
Enquanto o Brasil comanda a força de paz da ONU que ocupa o Haiti,  militarmente invadido de forma disfarçada, milhares de haitianos paupérrimos que conseguem viajar, estão invadindo o Estado do Acre. Lá pelas armas e oficialmente com o respalda da ONU e aqui pela fome e desespero.

Enfim, situação paradoxal a que se constata no longínquo Estado do Acre.
Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br
Membro da Academia Itanhaense de Letras
Membro da Academia Eldoradense de Letras
Advogado sócio de Pugliese e Gomes Advocacia
Autor de Terrenos de Marinha e seus Acrescidos

CURSOS DE AUTO CONHECIMENTO !

 
 
O Expresso Vida  apoia e divulga os trabalhos, oficinas e cursos acima, promovidos pelo Centro de Cultura Tibetana de Florianópolis.
 
Roberto J. Pugliese
pugliesegomes.com.br
Membro da Academia Itanhaense de Letras


terça-feira, 23 de abril de 2013

XXX Festa Feira MORRETES, Paraná.

O Expresso Vida apoia e convida a todos para participarem da XXX Festa Feira de Morretes, Pr.

Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br

V ENCONTRO DE ESPECIALISTAS EM GERONTOLOGIA

O Expresso Vida apoia o V ENCONTRO DE ESPECIALISTAS EM GERONTOLOGIA !

Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br

sábado, 20 de abril de 2013

Memória nº7 - Abril de 1983.

Memória 7
Abril de 1983 x Abril de 2013 –
Foi numa sexta feira. Talvez dia 30 que no prédio,  ao lado da agencia do Banco do Estado, Banespa, que por volta das dezenove horas, subiu a estreita escadaria de madeira do prédio histórico, acompanhado de familiares e foi para a Sessão da Câmara.
Dias antes, no mesmo Abril de 1983, o vereador popularmente conhecido por Charles, proprietário do restaurante Senzala,àquela época o mais elegante da cidade, cuja comida era inigualável, e de um pequeno hotel bem precário e mal conservado, havia sido preso em fragrante na cidade de Registro portando quantidade expressiva de maconha.
Preso, não podia freqüentar a Câmara de Vereadores, licenciando-se por razões que justificou cujo deferimento de pronto foi concedido pela mesa. Com a vaga aberta, o primeiro suplente, deveria assumir.
E assim, foi convocado para tanto, tomando posse naquela noite, na presença de seus pais que foram para solenidade para prestigiá-lo, seus saudosos e tão queridos tios Maneco e Landa igualmente vindos de São Paulo, bem assim, seu então pequeno filho Betito, com apenas quatro anos de idade e Cláudia sua mulher. 
Nas galerias, que na verdade eram apenas algumas cadeiras postas para acomodar freqüentadores das sessões da Câmara, alguns curiosos e seus amigos Gorgone, o tabelião e Jacy, saudoso contabilista, ex vereador, também do mesmo Partido.
Naquela noite, inesquecível para ele, lhe foi dada a palavra e, emocionado, discursou para os presentes, esclarecendo porque se motivara a se-lo e que pretendia executar enquanto o fosse e exercesse o elevado cargo de Vereador à Câmara da Estância Balneária de Cananéia, a velha cidade que disputa com São Vicente a primazia de ser a mais antiga do Brasil.
Na fala, concluiu seus agradecimentos, à mulher, aos pais e ao filho, pelo período de campanha que no ano anterior, tumultuou bastante a rotina da família.
Esse detalhe foi bem salientado por seu tio, posteriormente, que sugeriu fosse guardado o texto, para que posteriormente, quando seu filho crescesse e viesse a entender melhor o que se passava e o que ocorrera, tivesse um documento expresso da gratidão do pai.
Seu mandato se exauriu no dia do seu aniversário. Foram apenas quatro meses. Maio e Junho por inteiro, Julho no recesso e os dez dias do último mês, quando em sessão bastante tumultuada e secreta, o vereador Charles foi absolvido por 6 votos a 2, do processo de cassação de seu mandato.
Nesse dia dez de agosto de 1983 ele não compareceu à Câmara: Sabia com antecedência qual seria o resultado e também não poderia votar.
Ele e o grupo que o apoiava sabiam que dada a sua impertinência, dedicação e postura junto ao Prefeito Municipal e aos seis vereadores do Partido da situação, levariam a admitir o ex vereador, e te-lo como um sétimo edil à serviço da situação, fazendo com que o impertinente e combativo suplente se afastasse do núcleo deliberativo político municipal.
Durante o período que exerceu o cargo, até hoje, não foi superado em volume de serviços e atividades pertinentes. Foi quem mais elaborou projetos de lei, indicações à diversas autoridades federais, estaduais e municipais e demais atos administrativos e políticos próprios dos vereadores. Em apenas dois meses de exercício.
No período, numa sessão extraordinária realizada em um sábado de manhã, foram votadas as contas do ex prefeito e sob a liderança do vereador recém empossado, a minoria do PMDB conseguiu impedir a aprovação das contas e assim conseguiu que se remetesse para o Ministério Público.
Outras ações desse porte, sob sua liderança, no período foram ultimadas. O prefeito e os vereadores da situação tinham por ele um grande incomodo.
Eram tempos difíceis. O país ainda não se democratizara. O general de plantão, João B. Figueiredo, filiado a Arena, mesmo Partido Politico do Prefeito que detinha a maioria na Câmara local, com seis dos nove vereadores, ainda era o grande manda chuva de Pindorama.
Mas mesmo nessas condições, com a ajuda de seus pares e equipe de filiados no MDB, teve atuação singular e movimentou muito a pequena cidade que tinha, então, na zona urbana, apenas três mil habitantes.
A absolvição de Charles, pela Câmara Municipal, do ilícito político e ético, na verdade, foi a sua cassação política, assim reconhecida pelos mais esclarecidos. Absolvendo-se o vereador acusado de prática de crime e delito ético, na verdade, era a forma que se tinha de calar a boca e a liderança do suplente...
O vereador Charles anos depois faleceu ainda no exercício do mandato e seu nome foi dado ao plenário da Casa de Leis, em homenagem póstuma dos seus pares.
Novamente convocado a assumir a vaga aberta, abriu mão, pois não mais residia na cidade. De lá, para os dias atuais, passaram-se trinta anos, mas o dia 30 de Abril e todo o período que exerceu o mandato foram inesquecíveis. Permanecem e serão preservados em sua memória. 
Roberto J. Pugliese
membro da ACADEMIA ITANHAENSE DE LETRAS
membro da ACADEMIA ELDORADENSE DE LETRAS

O Mito tricolor !


A locução do líder Rogério Ceni revela claramente a importancia que tem para com o clube para o qual trabalha.

Ouçam com atenção.

Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br

quarta-feira, 17 de abril de 2013

FESTA DA CATAIA

 
No próximo dia 25 de Maio será na Ilha do Cardoso, em Cananéia, Sp. nas comunidades de Itacuruçá e Pereirinha que se dará a primeira festa da Cataia.
 
O Expresso Vida convida a todos seus ilustres leitores para prestigiarem e comparecerem. Também prestigia o evento.
 
Roberto J. Pugliese
membro da Academia Itanhaense de Letras.

domingo, 14 de abril de 2013

Expresso Vida Apoia Curso na Barca de Livros !


Premiada escritora e ilustradora Lúcia Hiratsuka ministra
cursos em Florianópolis no mês de abril

 A escritora e ilustradora Lúcia Hiratsuka vem de São Paulo para ministrar dois cursos na biblioteca Barca dos Livros no mês de abril. O curso Narrativa para livro ilustrado acontece entre os dias 23 e 26, das 19h às 22h e o curso Oficina de ilustração acontece no dia 27, das 9h às 17h.
OS CURSOS

O objetivo do curso Narrativa para livro ilustrado é entender o objeto livro ilustrado e suas várias possibilidades. Serão explorados exercícios com foco na narrativa; percepção das cenas e da estrutura na própria escrita; e a relação palavra e imagem, considerando a sequência e o folhear das páginas. Serão apresentados: livros ilustrados, trechos de textos e projetos de livro em processo de criação.
Na Oficina de ilustração, Lúcia irá apesentar diferentes tipos de ilustrações, gravuras, pinturas, bem como as diversas formas de se compor um livro ilustrado. Em um segundo momento, os alunos farão um exercício prático, ilustrando um poema ou um texto curto. Haverá possibilidades de orientar sobre portfólios.

Público: Os cursos são voltados para estudiosos de Literatura Infantil, escritores e aprendizes da escrita literária, ilustradores, designers gráficos, professores e mediadores de leitura. A oficina é direcionada tanto para aqueles que já trabalham com escrita ou ilustração, assim como para aqueles que gostariam de elaborar um texto (ou roteiro), mas que necessitam de orientação para começar. Não há necessidade de saber desenhar.
Lúcia Hiratsuka Formou-se pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e estudou sobre os livros ilustrados na Universidade de Educação de Fukuoka no Japão. Atua na área de Literatura Infantojuvenil há mais de 20 anos, tendo lançado diversas obras para crianças. Recebeu vários selos Altamente Recomendável FNLIJ e os prêmios: Melhor Livro de Reconto FNLIJ 2007 por Histórias Tecidas em Seda, Prêmio Literário Nikkei 2009 por Os Livros de Sayuri, e dois JABUTIS de ilustração: em 2006  por Contos da Montanha,  em 2012  por A Visita. Para saber mais sobre o trabalho de Lúcia Hiratsuka acesse: www.luciahiratsuka.com.br

SERVIÇO:
Oficina Narrativa para livro ilustrado, com Lúcia Hiratsuka
Dias: 23, 24, 25 e 26 de abril de 2013- das 19h às 22h
R$ 180,00

Oficina de ilustração, com Lúcia Hiratsuka
Dia: 27 de abril de 2013, das 9h às 12h e das 14h às 17h
R$ 120,00
Local: Biblioteca Barca dos Livros
Rua Hippólito do Valle Pereira, 620
LIC – Village – Lagoa da Conceição

Informações e inscrições:
(48) 3879 3208 – de terça a sábado das 14h às 20h
www.barcadoslivros.org 
A pedido da Rádio Comunitária Campeche o Expresso Vida divulga e pede divulgação.

ROberto J. Pugliese
membro da Academia Itanhaense de Letras.

Reforma politica em andamento !


 

REPRESENTAÇÃO DO POVO BRASILEIRO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS.

O Tribunal Superior Eleitoral, por 5 votos a 2, redefiniu alterações nas representações dos povos de 13 Estados do país.

Interessante salientar inicialmente que o Congresso Nacional é constituído pelo Senado, cujos Senadores representam seus Estados e o Distrito Federal, motivo que todos têm representação igual, ou seja, 03 por unidade federativa e pela Câmara dos Deputados que representa o povo dos Estados e do Distrito Federal, motivando assim, representações distintas em razão da população de cada um.

A Constituição Federal dispõe que cada unidade da federação terá no mínimo 8 deputados federais e no máximo 70, em razão da população local.

Injustiça absurda. Fruto da reforma política imposta autoritariamente pelos militares durante a ditadura e que durante a Assembléia Nacional Constituinte foi mantida face o lobby eleitoral dos Estados com menos população.

Atalmente, consoante o sistema constitucional vigente, Estados despovoados como os norte e do centro oeste entre outros, tem representação popular bem superior, proporcionalmente, que os Estados mais habitados, como Minas Gerais, Bahia, Goiás entre outros.

Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, perdem cada um apenas um representante. Paraíba e Piauí terão dois deputados a menos. Amazonas e Santa Catarina aumentarão em uma cadeira cada um, Ceará e Minas Gerais, duas vagas e o Pará, quatro.

O Tribunal decidiu pelas mudanças ao julgar,  pedido da Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas, para a redefinição do número de Deputados Federais por Unidade da Federação e, como conseqüência, a adequação da composição das Assembléias Legislativas e da Câmara Distrital.

A representação do povo das unidades da federação está demasiadamente desigual. Muito injusta e prejudicial ao funcionamento harmônico da federação.

Enquanto o Deputado Federal de São Paulo representa mais de quinhentos mil habitantes, o representante do povo de Roraima, representa cerca de aproximadamente 40 mil habitantes daquele Estado.

Nesse momento que o país discute diversas reformas, creio que a reforma política deve incluir a mudança da representatividade dos povos das 27 unidades federativas de forma a distribuir mais justiça política.

Uma sugestão é que todos os Estados e o Distrito Federal tenham 1 deputado federal e mais um outro para cada dois milhões de habitantes, de modo que Sergipe, Roraima, Acre, Tocantins tenhamm apenas 1 Deputado Federal ao invés de 8 e São Paulo, ao invés dos 70, passaria a ter 23 deputados federais, sendo a representação no Congresso mais justa e mais enxuta.

Mais justa pois, não há razão para que um eleitor tenha vota mais ou menos valorizado e seja mais ou menos representado politicamente em face do Estado que habita.

Com o Congresso mais enxuto e de forma melhor harmonizado, fazendo justiça ao regime federativo, o território brasileiro poderá ser melhor dividido, desmembrado em 50 ou 60 unidades, de forma que o Estado, ou seja, a autoridade pública, esteja mais próxima das necessidades do povo.

Enfim, provavelmente a determinação do Tribunal será objeto de representação de inconstitucionalidade porque a CF determina que é através de Lei Complementar de iniciativa da Câmara dos Deputados que se promova a alteração de cadeiras nessa Casa Legislativa.

Ademais, não há o mínimo interesse que se diminuam as cadeiras destinadas a qualquer dos Estados ou do Distrito Federal.

O Expresso Vida a par de parabenizar a iniciativa da Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas e o julgado do Tribunal Superior Eleitorial, mantém sua opinião no sentido de se alterar a Constituição Federal para melhor distribuir justiça política ao povo e aos Estados e Distrito Federal, embasando condições para melhor se elaborar as demais reformas exigidas pela sociedade, inclusive a reforma territorial tão necessária.

Roberto J. Pugliese
Pugliese@pugliesegomes.com.br
www.pugliesegomes.com.br]

sábado, 13 de abril de 2013

Corrija um sábio !

Roberto J. Pugliese
membro da Academia Itanhaense de Letras

( Colaboração de I.C.B.P.Pugliese )

NOSSO CONVENTO - parabéns Itanhaém !


No mês de aniversário da cidade de Conceição de Itanhaém, a atual Estância Balneária de Itanhaém, do litoral de São Paulo, integrante da Região Metropolitana de Santos, o Expresso Vida presta a modesta homenagem, publicando fotografia do tradicional convento erguido no outeiro, símbolo maior e o poema de lavra do acadêmico Ernesto Becheelli.

  


 
nosso convento
esse nosso convento

tem sempre assento

na memória dos que

por itanhaém passam

ou nela vivem... e isso

convém ao vento

da história de um tempo

que vem da pequena ermida,

erguida pela fé na conceição

de maria e na afeição

pelo horizonte por ali avistado,

e que ao luso estado

foi ideal para se evitar o risco.

pelos irmãos de francisco,

tomou vulto e assumiu

a feição que ainda não sumiu,

fazendo do seu espaço

templo de oração e cultura,

onde nativos e caiçaras

misturavam fé e saber,

nunca sendo margeados,

nem mesmo quando

o fogo teimou destruir

seus santos amados,

que no seu reconstruir

impulsionou todos

num mutirão de fé

que até hoje marca

o nosso e o seu existir.

esse nosso convento

é monumento e momento

de recordar a vida que relida

traz a certeza de suas raízes

na subida que a ele leva

e eleva o prazer de tê-lo

sempre à vista

no entardecer dos

nossos dias...
Ernesto Bechelli
 
 
Roberto J. Pugliese
membro da Academia Itanhaense de Letras
 
 
 


sexta-feira, 12 de abril de 2013

Importante - VACINAÇÃO CONTRA GRIPE !


CANANÉIA: VACINAÇÃO CONTRA GRIPE INFLUENZA -

O dia de vacinação contra a gripe influenza será 20 de abril, das 8 às 17 horas, nos Postos de Saúde dos bairros Carijo, Acaraú, Porto Cubatão, Itapitangui, Centro e Escola Municipal Deborah Silva Camargo (bairro Rocio).

Importante a divulgação.

A vacina é aplicada em dose única, exceto para crianças entre seis meses e dois anos, que devem tomá-la em duas etapas, com intervalo de 30 dias. A proteção dura um ano, contra três vírus: Influenza A (H1N1 e H2N3) e Influenza B. Não devem tomar a vacina quem estiver com febre, pessoas com histórico de reação a doses anteriores ou alergias a ovo de galinha e seus derivados.

As doses são fornecidas pelo Governo Federal aos Estados que repassam aos municípios.

Divulguem amplamente.

Roberto J. Pugliese
Membro da Academia Itanhaense de Letras
Membro da Academia Eldoradense de Letras
Sócio de Pugliese e Gomes Advocacia.

Academia Itanhaense de Letras - informações.

A Academia Itanhaense de Letras durante as festividades do aniversário da cidade publica e o Expresso Vida colabora na divulgação.


ACADEMIA ITANHAENSE DE LETRAS 

 A ACADEMIA ITANHAENSE DE LETRAS - AIL foi fundada em 19 de julho de 1997, na histórica Casa de Câmara e Cadeia, por dezenove escritores moradores de Itanhaém, quando também foi eleita sua primeira Diretoria e Conselho Fiscal.

A AIL tem como objetivo congregar pessoas destacadas nas atividades literárias de Itanhaém, incentivar sua produção, divulgar a vida e obra dos nossos escritores, buscar o aprimoramento da Língua Pátria e elevar a dignidade dos escritores, além de preservar as tradições culturais da cidade e região.
As atividades da AIL estarão voltadas, entre outras, para a contribuição do desenvolvimento cultural de Itanhaém, a defesa dos interesses dos escritores, a realização de eventos que tragam maior aproximação do público com as letras, como palestras, estudos e debates, além da organização de um arquivo para a memória histórica e literária da academia, dos seus membros, patronos e da cidade.

A AIL possui 40 CADEIRAS e respectivos PATRONOS, a maioria deles ligados à literatura itanhaense e da baixada santista. Para fazer parte dela, o escritor tem que ser apresentado por um acadêmico efetivo, ser morador da cidade e ser eleito em assembleia geral específica. Atualmente estão ocupadas 27 cadeiras que compõem o quadro dos seus ACADÊMICOS FUNDADORES E EFETIVOS.

Em razão do espaço e da melhor diagramação e visualização as demais informações seguem bem mais abaixo






























 
cadeira nº  acadêmicos  fundadores e efetivos                                             patronos                                                   data de posse

01
RODRIGO LADEIRA
Antonio “Totó” Mendes da Silva Jr
10/11/2012
02
ELIZABETH CURY BECHIR WATANABE
Frei de Santa Mafalda
18/03/2006
03
OCTÁVIO CARRILLO JUNIOR
Benedicto Calixto
13/03/2010
04
ERNESTO BECHELLI (fundador)
Emídio de Souza                                 
19/07/1997
05
JOSÉ ALOISIO JARDIM
Izaias Cândido Soares                       
20/02/2001
06
JOANA MARIA SOARES MERLIN-SCHOLTES
João Alves Ferreira
12/11/2011
07
MARIA TEREZA LEAL DIZ (fundadora)
Nilo Soares Ferreira
19/07/1997
08
CELY APPARECIDA FARIA SPINA (fundadora)
Vital Ferreira
19/07/1997
09
BENEDITO PEDRO MIGUEL (fundador)
Ide “Colombina” Blumenschein
19/07/1997
10
LINA DE LIMA (fundadora)
Cymodocea “Pedrinha” Zwarg
19/07/1997
11
LYDIA DA SILVA GONÇALVES
Martins Fontes
13/03/2010
12
SILVIA Mª FORTES DE ALMEIDA QUINA DE SIQUEIRA
Patrícia Galvão "Pagu"
12/11/2011
13
JUREMA PACHECO TOLEDO
Hans Staden
21/02/2000
14
WILSON LODUCA
Antenor Coradi
04/04/2009
15
NILTON CÉSAR NICOLA
Padre José de Anchieta
12/11/2011
16
JOÃO VIUDES CARRASCO
Ruy Barbosa
12/11/2011
17
PEDRO LUIZ DIAS GALUCHI
Monteiro Lobato
10/11/2012
18
ROSA MARIA DE MORAES
Carlos Drummond de Andrade
10/11/2012
19
PAULO SÉRGIO MAURÍCIO DOS SANTOS
Oswaldo de Andrade
23/06/2001
20
SONIA GISELA FONSECA
Maya Alice Ekman
23/06/2001
21
JOSÉ CLÁUDIO DE MORI
Antonio Pedro de Jesus
20/10/2006
22
ALBERTO FARAH
Augusto Frederico Schmidt
10/11/2012
23
DILVIA DEMARCHI PASSARELLI
Edison Telles de Azevedo
19/12/2006
24
IZABEL SALLES MARCONI
Antonio Augusto de Sá Lopes
10/11/2012
25
ELZA COBRA DE MORAES
Humberto de Souza Leal
22/05/2004
26
ANA MARIA “NANA” FERREIRA
Antonio Augusto Bastos
10/11/2012
27
CELIA REGINA IGNATIOS DE ANDRADE
Alberto Souza
10/11/2012


Hoje a AIL possui também 19 ACADÊMICOS CORRESPONDENTES e 01 HONORÁRIO:

    acadêmicos   correspondentes                                           cidade                                             uf       data de posse

01
CARLOS ADALBERTO DO NASCIMENTO
Prado
BA
10/07/2000
02
THIAGO ROBERTO FRANCISCO DE MENEZES
Itapira
SP
23/06/2001
03
MARIA APARECIDA DE MELLO CALANDRA
Mogi das Cruzes
SP
23/06/2001
04
VALDEREZ ANA MARIA DE MELLO CORNACHIONE
Jundiaí
SP
25/05/2002
05
ANTONIO CARLOS AMERUSO GOMES
São Paulo
SP
25/05/2002
06
CAROLINA RAMOS
Santos
SP
25/05/2002
07
JORGE MANUEL MARTINS DE SAO MARTINHO
São Paulo
SP
22/05/2004
08
ROBERTO STAVALE
São Paulo
SP
18/03/2006
09
LUIZ ROBERTO NACCARATO
Itanhaém
SP
19/08/2006
10
MARCOS VINÍCIUS DE MORAES
Poços de Caldas
MG
20/10/2006
11
JOSE EDUARDO CARDOSO NETO
São Paulo
SP
20/06/2009
12
ROBERTO RODRIGUES DE OLIVEIRA
Santo André
SP
24/09/2010
13
GUILHERMINA FERREIRA DE OLIVA
Santos
SP
10/11/2012
14
MARIO AZEVEDO ALEXANDRE
São Vicente
SP
10/11/2012
15
MARIA DAS DORES “MADÔ” MARTINS DA SILVA
Santos
SP
10/11/2012
16
ROBERTO JOSÉ PUGLIESE
Florianópolis
SC
10/11/2012
17
JOSÉ EDUARDO GOMES PEREIRA
São Paulo
SP
10/11/2012
18
ECILLA BEZERRA DA SILVA
Peruíbe
SP
10/11/2012
19
NICOLETTA “NIKKI” BRUGNOLI BOUÇAS
São Paulo
SP
15/03/2013

 
                acadêmico honorário                                                                         cidade                                      uf      data de posse

01
PAULO BOMFIM
São Paulo
SP
23/06/2001

 A ACADEMIA ITANHAENSE DE LETRAS é dirigida por uma Diretoria Executiva e um Conselho Fiscal, que atualmente são compostos:
  8ª DIRETORIA EXECUTIVA                                                                         BIÊNIO 2011/2013

presidenta
Elizabeth Cury Bechir Watanabe
vice-presidente
José Aloísio Jardim
primeira secretária
Cely Apparecida Faria Spina
segunda secretária
Sonia Gisela Fonseca
primeiro tesoureiro
Ernesto Bechelli
segunda tesoureira
Dilvia Demarchi Passarelli
diretor de arquivo
Benedito Pedro Miguel
diretor de comunicação
Wilson Loduca
diretora social
Lydia da Silva Gonçalves

  8º CONSELHO FISCAL:                                                                                  BIÊNIO 2011/2013

Lina de Lima
Octavio Carrillo Junior
Paulo Sergio Mauricio dos Santos
Elza Cobra de Moraes (Suplente)
 
 
Roberto J. Pugliese
membro da Academia Itanhaense de Letras